Dia mundial do rock: os roqueiros que mais fazem falta

13 jul

Hoje, dia 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do ROCK! Isso porque há 26 anos, em 1985, Bob Geldof – ex-vocalista da banda de punk rock irlandesa The Boomtown Rats – organizou o festival Live Aid, que rolou simultaneamente em Londres e na Filadélfia, e contou com a presença de vários roqueiros TOPS como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath. Porque né, rock’n’roll não é só sexo e drogas, também é paz e amor!

Mas assim, vamos combinar que hoje em dia, o rock está cada vez mais distante do que era no início, lá pelos anos 50 e 60. Alguns arriscam dizer, inclusive, que o rock mesmo já morreu há tempos. Eu discordo, ainda acho que temos bandas boas por ai. O que eu não posso discordar é que grandes nomes do que nós consideramos como rock nos deixaram um pouco órfãos do estilo – e por “nós” quero dizer “pessoas normais que se recusam a acreditar que Restart e similares são bandas de rock”.

Muitos deles foram embora cedo de mais e deixaram, sim, um vazio insubstituível no mundo da música. Pensando nisso, o Múltiplos Pop! apresenta mais uma de suas já tradicionais listinhas: Roqueiros que não deveriam ter morrido.

Engole o choro e vem comigo:

1 – Buddy Holly – o pioneiro do rock não poderia faltar! Ele morreu em um desastre aéreo em 03 de setembro 1959, aos 22 anos, e até hoje essa data é lembrada como “o dia em que a música morreu”. Suas músicas influenciaram 10 entre 10 bandas de rock dos anos 60, e até hoje inspiram muitas bandas que ouvimos por ai.

2 – Elvis Presley – preciso nem falar muita coisa sobre O Rei do Rock, neh?! Um dos criadores do que hoje chamamos de rockabilly, deixava a mulherada maluca e a os mais conservadores escandalizados com sua voz e jeito de dançar! Mesmo em seu final trágico e decadente – ele foi encontrado morto em seu banheiro na tarde do dia 16 de agosto de 1977 – Elvis é lembrado e amado até hoje, por todas as gerações!

3 – A metade boa dos Beatles – 2 dos quatro integrantes dos Beatles já partiram dessa para a melhor… mas tinham que ser justamente aqueles dois? John Lennon e George Harrison nos abandonaram respectivamente em 1980 e 2001 deixando um vazio irremediável na história do rock ~~~ sou trágica mesmo, eu amo Beatles e Harrison é o meu preferido, ok?!

4 – Jim Morrison –  vocalista de uma das bandas de rock mais polêmicas que já existiu, The Doors. O performático e extravagante Jim Morrison morreu na idade enigmática do rock, aos 27 anos (em 1971) de forma não menos misteriosa – sua namorada encontrou seu corpo numa banheira em Paris e até hoje segredos e conspirações rondam sua morte ~~~~overdose oi? ~~

5 – Janis Joplin – a maior voz feminina do rock, em minha opinião! Dessa da até raiva falar de tanta sacanagem… Janis era feinha, estranhinha… E conseguiu transformar toda sua amargura em músicas maravilhosas! Mas, nove meses antes da morte de Jim Morrison, Janis já se despedia do mundo, em outubro de 1970. Aos 27 anos e, adivinhem só, de overdose de heroína.

6 – Jimmi Hendrix –  se você não sabe quem é Jimi Hendrix, pode se retirar desse blog imediatamente! RISOS. O maior guitarrista de todos os tempos até o infinito cinco vezes. Ninguém, jamais, será capaz de superar o legado de Hendrix. Quem adivinhar o ano, a idade e a causa de sua morte ganha um doce… ~~~ na verdade, dizem que ele morreu de uma forma super phyna: engasgado com o próprio vômito… mas aposto que ele não gorfou de tanto beber leite ~~~

7 – Sid Vicious – o maior baixista do mundo! BRINKS!!! O que o cara não manjava de música, ele compensava no estilo! Além de ter protagonizado uma das histórias de amor mais lindas da atualidade… BRINKS TB NEH! Mas pô rendeu um filme, pelo menos! Então… por que diabos Sid Vicious esta nessa maldita lista? Simples, ele fez parte de umas das primeiras bandas de punk rock ever: Sex Pistols. Eu só não vou falar que foi A primeira porque não quero ser linchada pelos fãs xiitas de Ramones. Sid morreu precocemente, aos 21 anos, em 1979. De overdose. De heroína.

8 – Kurt Cobain – você pode odiar Kurt Cobain e até Nirvana, mas não pode negar que a banda mudou bastante os ares do rock na época. Porra, ser considerada a salvação do rock não é pra qualquer um, vai. E que o cara poderia estar fazendo muita coisa boa até hoje (vide Dave Grohl – não to comparando, gent, calma)… isso se ele não tivesse se suicidado em abril de 1994 – sim, suicídio. Não vem me falar de Courtney Love que não é o caso, pls!

9 – Freddie Mercury – qualquer termo diferente de “genial” não faz jus a ele. Freddie Mercury talvez não tenha exatamente revolucionado a história do rock, mas sua passagem foi, sem dúvidas, marcante. O Queen é uma das minhas bandas preferidas e a voz desse cara… Digamos que eu daria um braço para ter uma voz daquelas! Mercury se foi em 1991 devido à uma pneumonia complicada a AIDS.

10 – Layne Staley – Eu não lembro da melhor banda de todos os tempos da última semana, mas ainda tenho vivo na memória o som do Alice in Chains com ele nos vocais. Tirando o clichê “suicida em potencial viciado em heroína”, artistas como o Layne fazem muita falta. Não fosse o Kurt explodir os miolos em 1994 (DIZEM), a morte do Layne seria a mais espetacular e sinistra da história do rock. Para os desavisados, o cara foi encontrado morto, em 2002, semanas depois de ter uma overdose letal de heroína. E reza a lenda que a polícia o encontrou num estado avançadíssimo de putrefação em uma sala com a TV ligada com o jogo Mario Bros em ‘pause’. Isso só mostra aquilo que o Lane sempre quis enquanto vivo, segundo Jerry Cantrell, guitarrista da AIC: “ele só queria ficar sozinho, curtindo seus demônios, numa boa. e que se dane o mundo, que era um problema menor do que o que ele tinha”.

(gente, quem escreveu esse texto emocionante foi o @BrunoSobrante,ok?)

11 – Johnny Cash – uma carreira de quase cindo décadas é, no mínimo impressionante. Além de também ter sido um dos pioneiros do rock, Cash influenciou vááárias gerações ao longo de sua carreira (e depois dela também, claro). Se você não assistiu Johnny & Junne, vou te contar que o cara era cheio das extravagâncias com álcool e drogas, o que torna ainda mais impressionante o fato dele ter morrido em 2003 – poxa, vejam todos os outros nomes dessa lista!

Não poderia deixar de lado alguns nomes importantes para o rock brasileiro, neh? Não são muitos, mas foram importantes!

12 – Cazuza – o ex-vocalista do Barão Vermelho e, em minha opinião, o maior nome do rock brasileiro. Sério. O cara era foda. Suas letras eram fantásticas e seu estilo, impactante, é o que nos faz lembrarmos ele até hoje com tanto carinho. Cazuza também morreu devido a complicações da AIDS, em 1991,e eu me lembro até hoje do impacto (ala, de novo!) disso em nossa sociedade.

13 – Raul Seixas – um dos pioneiros do rock brasileiro, ele tinha que aparecer por aqui. Aliás, pensa bem, quantas vezes você já não gritou (ou ouviu um babaca gritar) “Toca Rauuuuullll” durante shows ou rodinhas de violão? Ele deixou um baita de um legado musical! E vou até passar por cima do fato dele ter sido parceiro ~~~ de dorgas ~~~~ do Paulo Coelho. Raulzito partiu (provavelmente para algum universo paralelo) em 1989, vítima de um ataque cardíaco.

14 – Mamonas Assassinas – Era idiota? Era palhaçada? Era. Mas era rock também, meus amigos! E se vocês forem ouvir hoje, com atenção, vão ver que os caras mandavam muito bem. ah gente! Fala sério! DU-VI-DO que cês não sintam falta dos Mamonas! Cara, a morte deles foi uma das coisas mais traumáticas da minha vida! TENÇO acordar, ligar a TV e dar de cara com o Gugu aos prantos anunciando a queda do avião da banda na Serra da Cantareira, em março de 1996.

Quanta tristeza nesse post, hein amiguinhos? Relendo tudo com atenção, podemos chegar a conclusão que:

– dorgas são uma droga! Diga não a elas!

– sexo sim, camisinha sempre!

– cinto de segurança no avião serve só para decepar seu corpo ao meio.

– aos 27 anos, todo cuidado é pouco.

Obrigada a todos que colaboraram com o post: ao @Will_Ag (nosso e do Todas Chora), a nossa @FernandaCorreia, ao irreverente @BrunoSobrante (dono do Ma Que Desgracia!), ao sumido @FredyKimoto, ao distante @RTogawa e aos lindos do Facebook – Éder, Bruno e Dani!

Anúncios

4 Respostas to “Dia mundial do rock: os roqueiros que mais fazem falta”

  1. Hadassa 10/05/2012 às 16:59 #

    MUITO BOM!!! EXCELENTE!!!!!! SIMPLESMENTE AMEI!!!!! *__________________*

  2. Nathalia Santos 02/11/2012 às 06:07 #

    Faltou Renato 😦

  3. jose 20/03/2014 às 23:00 #

    que pena eles morrerem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: